sábado, 5 de setembro de 2009

Há coisas bonitas que valem a pena partilhar.

NÃO BASTA APAGAR O FOGO...

A Foto a cima, mostra um combate ao incêndio que devastou a Austrália. "
Quem não entende um olhar, muito menos entenderá uma longa explicação..."
Essa é uma das imagens mais lindas que já vi .
Olha a troca : olhar ..., o gesto ... maravilhoso!
O universo é um, não importa se somos um monte de átomos que forma a espécie (animal ) humana, vegetal, estrelar..... somos poeira atômica do mesmo sistema, do mesmo universo, não somos nem mais nem menos. O que nos faz maior ou menor é isso, esse gesto lindo que vem da chama divina que cada um possui mais ou menos acesa, ...alguns esquecem ou desconhecem que a possuem , dentro de si .

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Que tal você trabalhar para descobrir quais sãos os seus valores com relação a uma área particular da sua vida?

1 - Pense em uma área da sua vida que você quer melhorar.
2 - Faça uma lista do que é importante para você nesse contexto.
Você pode perceber que os primeiros valores surgirão muito rapidamente na sua mente. Passe algum tempo pensando sobre o que é importante para você e uma série de outros valores irá vir à tona..
3 - Coloque-os todos em ordem de importância.
Você provavelmente irá descobrir que aqueles valores que vierem à tona, mais tarde, têm uma importância maior para você.
Se você tiver problema para priorizar a lista, imagine que você está na balsa da vida em que está entrando água. Você precisa aliviar a carga na balsa e cada valor está escrito numa maleta pesada. Em que ordem você iria livrar-se das maletas?
Suponhamos que você acabe com a seguinte lista de valores relacionados ao trabalho:
ExcelênciaReconhecimento Realização OusadiaSegurança financeira
Ao estudar a lista, você pode decidir que segurança financeira é muito mais importante para você do que a ousadia, ou talvez que um valor precise ser acrescentado a lista ou que outro não é realmente tão importante. O resultado final pode terminar assim:
ExcelênciaDesempenho ReconhecimentoRealizaçãoSegurança financeiraOusadia
Se os seus valores ainda não foram satisfeitos, você pode não ser tão eficaz, produtivo e feliz como poderia ser.
Para o sucesso, seja como fôr que você o defina, viva de acordo com os seus valores.

Metáfora da Semana.

O marido preguiçoso
Era uma vez uma professora que trabalhava muito. Ela tinha a virtude da diligência, que é o contrário da preguiça. Não se podia dizer a mesma coisa de seu marido, que adorava ficar em casa deitado, vendo televisão. Eles tinham uma filhinha de 3 anos de idade.
Uma noite, antes de sair para dar aula, pediu ao marido que tomasse conta da criança, que ainda estava doente e precisava de cuidados.
Logo que ela saiu, o marido, preguiçoso e comodista, que como sempre estava vendo televisão, pediu à criança que lhe trouxesse um copo de água em vez de ir ele mesmo pegar.
A garotinha, diligente como a mãe, trouxe rapidamente uma caneca de água para o pai, que bebeu tudo. Passado pouco tempo, ele novamente pediu à menina que lhe trouxesse mais água. Prontamente, a menina saiu em busca de água. Passados alguns minutos, o pai se deu conta de que a garotinha estava demorando muito a voltar com a água. Então, escutou um barulho de água e de caneca batendo e, a contragosto, levantou-se e foi ver o que estava acontecendo. Foi até a cozinha e a menina não estava lá. Então, voltando para a sala, percebeu que o barulho vinha do banheiro... Quando entrou, viu a menina tentando pegar um restinho de água que ainda restava no vaso sanitário, pois ela já tinha enchido uma caneca com a água dali e, agora, estava difícil encher outra... Foi então que o marido preguiçoso entendeu que havia bebido água suja, do vaso sanitário.
Autor desconhecido

Pensamento do dia 4/9/2009

"Peça desculpas, sem se justificar, quando você estiver errado."

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Levando luz à escuridão: o princípio da intenção positiva

Metáfora

Presentes
Era uma vez um garoto que nasceu com uma doença que não tinha cura. Tinha 17 anos e podia morrer a qualquer momento. Sempre viveu na casa de seus pais, sob o cuidado constante de sua mãe.
Um dia decidiu sair sozinho e, com a permissão da mãe, caminhou pela sua quadra, olhando as vitrines e as pessoas que passavam. Ao passar por uma loja de discos, notou a presença de uma garota, mais ou menos da sua idade, que parecia ser feita de ternura e beleza. Foi amor à primeira vista. Abriu a porta e entrou, sem olhar para mais nada que não a sua amada. Aproximando-se timidamente, chegou ao balcão onde ela estava. Quando o viu, ela deu-lhe um sorriso e perguntou se podia ajudá-lo em alguma coisa.
Era o sorriso mais lindo que ele já havia visto, e a emoção foi tão forte que ele mal conseguiu dizer que queria comprar um CD. Pegou o primeiro que encontrou, sem nem olhar de quem era e disse:
- Esse aqui...
- Quer que eu embrulhe para presente? Perguntou a moça, sorrindo ainda mais. Ele balançou a cabeça para dizer que sim e disse:
- É para mim mesmo, mas eu gostaria que você embrulhasse.
Ela saiu do balcão e voltou, pouco depois com o CD muito bem embalado. Ele pegou o pacote e saiu louco de vontade de ficar por ali, admirando aquela figura divina.
Daquele dia em diante, todas as tardes voltava à loja de discos e comprava um CD qualquer. Todas às vezes a garota deixava o balcão e voltava com um embrulho cada vez mais bem feito, que ele guardava no armário, sem sequer abrir. Ele estava apaixonado, mas tinha medo da reação dela, e assim, por mais que ela sempre o recebesse com um sorriso doce, não tinha coragem de convidá-la para sair e conversar.
Comentou sobre isso com sua mãe e ela o incentivou a chamá-la para sair. Um dia, ele se encheu de coragem e foi para a loja. Como todos os dias comprou outro CD e, como sempre, ela foi embrulhá-lo. Quando ela não estava vendo, escondeu um papel com seu nome e telefone no balcão e saiu da loja correndo.
No dia seguinte o telefone tocou e a mãe do jovem atendeu. Era a garota perguntando por ele. A mãe, desconsolada, nem perguntou quem era, começou a soluçar e disse:
- Então, você não sabe? Faleceu esta manhã.
Mais tarde, a mãe entrou no quarto do filho para olhar suas roupas e ficou muito surpresa com a quantidade de CDs, todos embrulhados. Ficou curiosa e decidiu abrir um deles. Ao fazê-lo, viu cair um pequeno pedaço de papel, onde estava escrito: "Você é muito simpático, não quer me convidar para sair? Eu adoraria..."
Emocionada, a mãe abriu outro CD e dele também caiu um papel que dizia o mesmo, e assim todos quantos ela abria traziam uma mensagem de carinho e a esperança de conhecer o rapaz.
Assim é a vida: não espere demais para dizer a alguém especial aquilo que você sente. Diga-o já, amanhã pode ser muito tarde!
Autor desconhecido

Pensamento do dia 28/8/2009

"As crianças precisam mais de exemplos do que de críticas."
Joseph Joubert